25 de mai de 2010

Pobre Poeminha


O amargo é querer-te pra mim,
sei também que a recíproca é assim.
Mas e o inverso, você quer ser só minha?
e eu só sua, além do versos desse pobre poeminha?

Emerson Reinert

5 comentários:

Michelly disse...

Adorei como sempre seu poema...E gosto muuuito de saber que o próximo vai ser pra mim.E pode deixar que vou comentar sempre aqui...

Pensamentos Diretos disse...

Nada mais merecido, que ter um poema pra alguém que vai pra tão longe né! Brigadu sempre!

leonel disse...

Olá, Amigo! Primeira vez que tenho por cá, e, voltarei mais vezes, pensador.

Abraço do Leonel.

P.S.: Às vezes, só um poeminha para adoçar o amargor de alguns momentos da vida.

Pensamentos Diretos disse...

Por favor, não aceitarei nenhum comentário anonimo neste blog. Obrigado!

Beija Flor disse...

o poema e a paisagem me deu uma paz , um traquilidade , de tudo .
nós seres humanos somos feitos de esperança e amor.nunca é tarde pra nada nessa vida.