2 de mar de 2010

Poder Público vs Turismo




O pode público em Goiânia passou dos limites há muito tempo.
Além de não terem feito reais esforços para trazerem a Copa para nossa cidade, ainda ficam de braços cruzados e tapados frente a paralização da obra do Aeroporto. E o pior, atacam o tempo todo um dos principais (e únicos) atrativos turísticos de nossa Capital, os bares e restaurantes.
Na úlitma sexta-feira, isso, sexta-feira dia de maior movimento, uma caravana de brucutus de vários órgãos públicos, escoltados pela polícia, retiram mesas e cadeiras de estabelecimentos em Goiânia, que estavam em calçadas. Não sou a favor de quem descumpre a lei, mas acho que as autoridades deveriam ter mais senso. Chegaram à estabelecimentos como o Peixinho, restaurante super familiar, cheio de crianças, com armas e violência, pra que?
De certo, juízes, promotores e autoridade estão querendo que Goiânia volte a ser uma cidade pequena, isso nunca vai acontecer. Goiânia já é grande e merece mais respeito.
Deveriam dar condições a todos os empresários de não songear e incetivar os investimentos. Hoje tudo que se faz é contra ou para marginalizar o ramo de bares e restaurantes.
Goiânia, merece um aeroporto pelo menos melhor que a própria rodoviária. Goiânia merece autoridades preocupadas com a cidade e com a economia da cidade. Deveríamos sim pensar em um plano conjunto de turismo e economia para nossa capital.
E o maior absurdo é que todas as truculências, são feitas contra empresário legais e formalizados, e os pitdogs nas calçadas, onde o cara da chapa vai no banheiro mesmo?

Bem, é rídicula a situação de Goiânia frente aos empresários. Não há nenhum, sim, nenhum tipo de esforço para apoiar o turismo da capital vindo do poder público. Salve, raríssimas exceções.



Emerson Reinert

Nenhum comentário: