11 de dez de 2010

A Volta da Armadura


Hoje, a melhor coisa a se fazer é botar a armadura.
Olhar pro céu,
sair pra rua,
botar o chapéu,
largar de frescura,
rasgar o véu,
se jogar numa aventura,
pra ganhar o troféu,
você, linda pintura,
eu viro o réu,
e você vira minha, perfeita criatura toda nua.
Emerson Reinert
* "A Volta da Armadura" faz referência ao poema "Armadura Nua", clique no nome pra ler.

Nenhum comentário: