6 de jul de 2010

Guerrilheiro do Amor

Já cai e levantei.
Levei tiros e flechadas.
Cruzei fronteiras e campos.
Desmontei muitos exércitos.
Derrubei Muralhas de Pedras.
Bati inimigos imbátiveis.
Magoei, mas muitas encantei.
Minha arma?
Uma flor,
meu calor,
minha dor...
Quem sou eu?
Não, não sou um lutador,
sou o Guerrilheiro do Amor.


Emerson Reinert

6 comentários:

Casa de Mariah disse...

E o que houve com o "Paz e Amor"?

Michelly disse...

Já te falei que gostei muuuito neh...
"Minha arma?
Uma flor,
meu calor,
minha dor..."
Gostei disso!
beeeijo
PS: vou sentir saudade de vc!

Susane disse...

aneemm Sonn! q linnnndo! =)

beijoooss!

sorriso de julia disse...

oi , o guereiro e sempre vencedor , mas batalhas do amor , quem fica no chão sempre e quem não enfrenta os seus próprios medos , lindo guerreiro do amor .

Raquel de Carvalho disse...

Hummmmmm...
Gostei muito, Menson!!!!!
Que esse guerrilheiro possa vencer todas as batalhas!!!! ehehehe

Beijossss

camilla disse...

Aneim gentiii...
muito bunitinhuuuu!!!
ameii
bjuuuuu