11 de mar de 2011

Chopp&VinhoTinto: Carnaval e Trupe do Açaí

Conforme prometemos na última semana eu e a Carol ficamos em Goiânia durante todo o Carnaval somente para escrever para vocês como é passar um carnaval aqui... Tá bom, não foi bem por causa disso que ficamos, mas nós ficamos e vamos contar rapidamente como foi e depois falaremos um pouco sobre a Trupe do Açaí... ah desculpem o atraso na publicação da coluna, mas vamos começar:

Locais visitados no carnaval: Posto 15, Sedna, Café Nice e Baobá...





Rapidamente, o Posto 15 é uma boa opção de bar em Goiânia, que no meu ver tem um público um pouco mais velho que os bares da Bervely Hills, tem um excelente cardápio, com buffet de frios e japonês, além de uma decoração/caracterização interessante.... é um bom esquenta, pra uma Sedna por exemplo......

A Sedna, sabidamente em época de carnaval sempre faz Open Bar, para atrair o público, mas me questiono se seria realmente necessário tendo em vista que era única boate de Goiânia em funcionamento. As atrações foram fracas, apenas deu pro gasto.

O Café Nice esteve lotado os três dias em que abriu com a Banda Em Nome do Samba comandando a festa. A banda é excelente e o bar em dias normais tem muitas atrações variadas, além de um cardápio bem completo, mas pecam em não conseguir solucionar a questão do calor e das mesas uma em cima da outra, principalmente na hora que todo mundo levanta pra sambar, mas eu curto muito!

O Baobá aproveitando que não tinha nenhuma boate aberta na terça-feira, levou uma atração para fazer um set ao vivo, foi bom, mas só bom. Já falamos sobre o Baobá aqui, vale ressaltar que parece que tá rolando pagodinho lá aos sábados a tarde....

Então, esse foi o nosso super carnaval!!! Uhuuuu! Empolgante né!?!? não né, mas foi... .... e ai Carol o que você achou do nosso super carnaval?

Bom, da parte que me cabe, primeiro preciso pedir desculpas pelo atraso na publicação do post “combo carnaval em Goiânia”. Posso justificar esse atraso pela vivência do ato em si... Explicando, apesar de Goiânia não ter um carnaval tradicional, e até muitas vezes “tranqüilo”, opinião que eu tinha até agora...

Na filosofia do “tudo pelo blog” resolvemos “chupar dessa manga até o caroço”, para ver de qual era... Resultado, eu que não tenho mais idade, intoxicada, sem forças e morta... Acho que só hoje consegui realmente, “voltar pro corpo”...

Já começamos no Posto 15, que provavelmente ganhará um post próprio posteriormente, barzinho legal, decoração idem, banheiro feminino show, ate tentamos fazer um videozinho tamanha a emoção, mas a câmera não gostou mto de mim... rsrsrs

Não bastasse a saidinha básica, fomos testar o carnaval Sedna, bom som, house, e claro como bons goianienses depois da balada a noite (ou seria o dia?) acaba (ou começa) onde? Buldogs o Pit dog* “inflamado da madrugada” goianiense, lugar onde você vai encontrar todo mundo, inclusive e principalmente, quem não quer... rsrsrs Sei de um amigo que numa fase mais dura, sem grana p/ ir p/ balada passava a madrugada “inflamando” no buldoggs e ainda dizia que valia muito mais a pena, afinal via “a galera de todas as baladas”... aff...


No domingo fomos ao Café Nice, que era, na minha opinião, o programa mais carnaval da cidade, samba. Infelizmente não conseguimos entrar no sábado, domingo sim, lotadíssimo e quente... Mas música muuuito boa... Fiquei sonhando com esse samba num quintal cheio de árvores numa noite fresca...
Ainda conseguiram me arrastar para o Baobá na terça-feira onde estava um quê de bar e balada com dj e muita gente bonita... Eu a essa altura do campeonato, já não tinha mais saúde ou disposição para avaliar ou interagir muito...

Conclusão do carnaval, agora eu entendo pra que serve a quaresma, projeto desintoxicação djá... não , concorda Emerson?

Sim, depois do carnaval o pessoal tende-se a pegar um pouco mais leve na alimentação. Por isso decidimos ir atrás de opções saudáveis em Goiânia para almoçar.

Íamos ao Lovin Hut, que se não me engano é uma franquia internacional de um restaurante vegetariano, que faz parte de um movimento de conscientização a favor do vegetarianismo (existe essa palavra!?)... íamos, porque esse que vos escreve precisava comer um pouco de carne, pois estava com fome mesmo e fomos a Trupe do Açaí almoçar. Mas, em breve iremos ao Lovin Hut........

O almoço da Trupe é uma ótima opção pra quem precisa almoçar aqui perto do Bueno, barato, comida de qualidade e grande opção de salada.

Vou deixar a Carol falar sobre o Cardápio, pois eu iria falar somente sobre o meu prato predileto que tinha lá quando fomos almoçar: Costelinha de Porco e ainda com molho Barbecue...

Vale ressaltar que fomos às 13 horas, não era tão tarde e a comida não estava devidamente quente como ao meu ver deveria estar, pra não falar que esfriou muito rápido. Esse é o maior desafio de self-services conseguirem manter as comidas de qualidade com qualidade por muito tempo, qualidade além de sabor conta com certeza temperatura e muitas outras coisas.... e ai Carol?


Então fomos almoçar e achei a comida bem variada, com direito a salada com ingredientes separados que vc pode misturar de acordo com seu gosto (so acho q a disposição dos ingredientes deveria ser o contrario do que está, com folhas e ingredientes base antes dos menores e dos molhos...).

Tem arroz integral, apesar de ser feito com óleo, o que é desnecessário... 3 opções de carnes, risotos, guarnições, e feijão (depois que fui morar sozinha valorizo muitíssimo um feijão de caldo). O preço para um almoço agradável e saboroso achei ÓTIMO... Meu parceiro querido tem razão a comida estava um pouco fria e me decepcionei ao saber que a casa não serve café. Como assim não serve CAFÉ??? Acabou sendo bom, atravessamos a rua e fomos a sorveteria Crema e Ciocolata (acho q escreve assim), onde tomamos um espresso muito bem tirado da marca Lavazza... Mas isso é assunto p/ outro post... finaliza Emerson, que já escrevemos demais.


Ok, vou terminar... lembrando que durante o almoço o cardápio tradicional da Trupe também pode ser pedido o que é positivo. Mas, o cardápio em si tem muitos defeitos, o pior deles é muiiiiiiiiito extenso! São tantas opções de tantas coisas diferentes que você meio perdido. E é feio pra caramba esteticamente falando, eles tem potencial para fazerem coisas bem melhor, ah e bem melhor que o uniforme dos atendentes também... eles estão no centro do Bueno e me veem com camisestas surrupiadas para os atendentes...

E sabe porque vi isso, porque ouvi um deles (atendentes da Trupe) comentando assim com um colega dele, isso lá na Trupe: "Já viu as gola-polos que os garçons da Tribo usam, são lindas, bem melhores que as nossas..."..... precisa falar mais alguma coisa?

Bem, a ambientização da Trupe acho excelente, bem rústico, com laguinho, mas acho que eles podem cada vez melhorarem mais e acho que estão alguns metros atrás do seu principal concorrente que é a Tribo, falar passos seria pouco e quilomêtros seria exagero então fico em alguns metros....

É isso, a Trupe é uma boa opção para o almoço do dia-a-dia. Combinam qualidade, preço e comida saudável! Só não podem deixar as comidas frias que uma vez você até releva, mas com certeza se voltar lá e a comida tiver fria de novo, eu pelo menos não volto mais.

O que vocês acham? Como foi o Carnaval de vocês?
Obrigado a todos, pois atingimos 10 MIL VISITAS no blog essa semana...... Obrigado aos comentários feitos aqui no blog no último post pela Thaíse, Dudu, Taderbal, Dani, Fabíola, Leornado, Fernanda, Danillo e Suziane e a todos que nos visitam, fiquem a vontade visitem e comentem sempre!!!

Para ler o Post da semana passada sobre o Carne de Sol 1008, clique AQUI!


Carol Morais e Emerson Reinert

6 comentários:

Camila disse...

ótimo post !
concordo com vocês em diversos pontos ;)

rafael. disse...

bem, deu pra perceber que quem quer acaba se divertindo num "carnaval" em goiânia.
passei pelo posto 15 e pelo café nice também. o posto 15 acho sempre excelente, pessoas bonitas, música boa e num volume adequado, decoração agradável, espelho de corpo inteiro no banheiro masculino, bom atendimento e porções (ai, as frituras) bem servidas, especialmente um bolinho de arroz super tentador. porém senti falta de uma programação voltada para o carnaval.
o café nice prefiro nem comentar...porque não há um dia que consigo entrar naquele lugar. aliás, para conseguir mesa devo chegar lá as 19h? como não consegui mesa as 21h resolvi ir no samba do devassa, mas o lugar estava tão morno e sem graça que fui para o pau brasil (onde era o avestruz master), lá estava animadíiiissimo. o pau brasil, apesar de bom tem um GRANDE PROBLEMA: o atendimento é self-service, pois eles possuem dois garçons para atender 300 pessoas, ou seja, para ir no pau brasil devemos ir com espírito pronto para não ser atendido. a e com dinheiro, pois não passa cartão.
meu almoço foi um pouco menos light que o de vcs (aliás, costela com ketchup defumado não é light). bom almocei na chacrinha do paim, aaaaaaaaai que comida boa...incluindo uma banana frita empanada que é um arraso.
ah, também fui no sorvete italiano, que é importante ressaltar: FINALMENTE UMA SORVETERIA DIGNA PARA UMA CIDADE CALORENTA.
abraços.
carol, ainda não veio aqui em casa...

Pensamentos Diretos disse...

é vdd rafael, costelinha não é nada light.... pq eu nao sou light mesmo nao! e o pau brasil além de espiríto self-service vc tem q ir com o espiríto alternativo tb, q lá é um recanto alternativo no meio do bueno! bem poético até.... rs....

Emerson Reinert

Leonardo Rodrigues Magalhães disse...

uau ... mega post, impossível extender muito nos comentários. Bom ...

1) Posto 15: um ótimo lugar pra um bom Happy Hour nos dias de semana e também não perde nada pra uma cervejinha descompromissada aos finais de semana também. Costuma dar uma galera bem bonita, sem muita 'molecada'. Petiscos deliciosos !! Ótima opção pra se divertir, beber e petiscar.

2) sambinha no Café Nice: sempre muito bom, muito animado, a banda cabe bem. Mas a superlotação da casa e o calor, pelo visto até hoje não resolvido, me fazem ter preguiça extrema de ir lá. Se algum dia conseguir resolver o problema da refrigeração, talvez me veja com mais frequência.

4) almoço na Trupe do Açaí: fantástico ! Oferece uma boa opção de verduras e legumes pra você montar sua salada à vontade. A quantidade de pratos quentes não é tão abundante quanto em outros restaurantes. Porém tudo sempre muito bem feito, bem variado (sempre 3 tipos de carne, por exemplo) e tudo muito delicioso. Como trabalho ali perto, a Trupe acaba sendo minha opção pra almoço com certa frequência. Sorte minha !!!

E esse tal Lovin Hut hein .... quero maiores detalhes desse lugar :)

Leonardo Rodrigues Magalhães disse...

outro pequeno comentário que deixei passar ....

também dou o maior valor num bom feijão, assim como a Carol ! Sair de casa tem MUITAS vantagens ... mas o feijão da mamãe faz uma falta danada !!! :)

Estou, portanto, junto com a Carol pela busca de lugares com um bom feijãozinho nosso de cada dia hehehe

Tainá disse...

Oi Emerson e Carol,

Adoro as análises de vocês, mas achei que ia saber mais sobre a Sedna e Baobá (o que é isso mesmo, bar, boate?), é que como uma pessoa que anda por fora, maebebeamamentação# essa era a minha esperança de saber sobre a noite de Goiânia, bom, mas vale um post sobre boates? que tal? Beijos!!!