18 de nov de 2010

O Velho Sino


Um velho sino ainda há,
ficou muito tempo parado,
enferrujado,
pra muitos quase acabado.
Já foi afinado,
aclamado e amado.
Depois de muito tempo calado,
ele voltou a badalar.
Mas, o mundo havia mudado,
E o velho sino começou a tocar,
ainda meio desengoçado,
ele queria tentar,
mas o velho mundo já não há,
Seu velho e doce som em vez de encantar,
começou a assustar,
porque a magia da música havia deixado àquele lugar,
agora só havia pessoas com medo,
do amor a se esquivar,
Então antes que pudesse o pequeno grande coração tocar,
o velho sino entendeu que era melhor se calar,
antes de em pedaços quebrar,
como um coração que não consegue se apaixonar!
Mas, um velho sino ainda há!
É só acreditar...

2 comentários:

Carolina disse...

É verdade, tem que acreditar! Adorei o texto e também achei muito lindos os versinhos do post "Pequenas Coisas". Parabéns! Um abraço!

Raquel de Carvalho disse...

Hummmmm...
Isso mesmo... oq nao morreu ainda vive!!!!
ehehehe
Adorei!
Parabéns!
Beijos