27 de nov de 2010

Guerrilheiro do Amor

Já cai e levantei.
Levei tiros e flechadas.
Cruzei fronteiras e campos.
Desmontei muitos exércitos.
Derrubei Muralhas de Pedras.
Bati inimigos imbátiveis.
Magoei, mas muitas encantei.
Minha arma?
Uma flor,
meu calor,
minha dor...
Quem sou eu?
Não, não sou um lutador,
sou o Guerrilheiro do Amor.


Emerson Reinert


*Postagem do mês de Julho, sempre bom recordar o que somos!

Nenhum comentário: