25 de ago de 2010

Sem fim!


Quando pensamos que não,
olhamos pro lado e o mundo diz que sim.
A vida é assim,
erros e acertos,
quem não erra não aprende,
e assim também não se arrepende.
Porque você só pode arrepender e aprender com o que fez!
E o que fez, fez e pronto.
Agora, renove-se.
Ano novo começa,
liberte a alma,
faça-a flutuar,
o sorriso voltar,
a dança engrenar,
e o chapéu acomodar,
até a paz novamente encontrar.
Esta é a vida, um perde e ganha,
acha e some,
porque o que nos move é a busca.
Às vezes todo prazer e motivação está na conquista.
Então olhe para o lado e veja o mundo pulsando e dizendo que sim,
e nos oferecendo sempre a felicidade sem fim!
Emerson Reinert

7 comentários:

Patty disse...

Ufa... ainda bem que existe a felicidade sem fim
Se ela não existisse o que seria de mim?
Escreve sempre que adoro seus poemas e afins
Que inúmeras vezes parecem feitinho pra mim

Beijinhos

mariane disse...

Lindooo!!!!

Raquel de Carvalho disse...

Hummm... muito bom esse, hein!
Gostei muitão, primo!!!
Parabéns!
Beijos

disse...

Muito bom! E nada como recomeçar sempre! Bjoo

[ rod ] ® disse...

Digo que o que move o homem é a dúvida! E posso está em franca egolatria ou perda do sentido real.

Abs meu caro.

Nanda disse...

Li e fiquei pensando no quanto de verdade tem em " se não erra não se arrepende" ... talvez o arrependimento seja uma espécie de pena..
beijos

saosao disse...

E só nós mesmos conseguimos mudar nosso destino.

Muito bonito!
parabéns!