20 de jun de 2011

O Mundo em Preto e Branco


Preciso de vodka pura, sem gelo, sem nada.
Preciso de um tapa na cara,
Preciso derramar várias lágrimas, até ter minha alma lavada.
Não aguento mais o nada estampado na minha cara.
Preciso, preciso mesmo sentir de novo que há sangue em minhas veias,
que há um coração bombeamdo,
ou ao menos que há um coração!
Cansei do mundo em preto e branco,
preciso urgente recuperar minha visão!

Emerson Reinert

6 comentários:

Thaíse Castro disse...

Chacoalha tudo aí! hehe.
Pra variar...lindos versos!

Beijos carinhosos...

Anônimo disse...

saudade , te amo muito !!!!!!!!!!!!!eu eu eu

Irmãs Dominicanas do Rosário disse...

Vi seu blog pq vc é Relações Públicas... que é muito bem um poeta! Assim como tal a boemia é uma característica marcante!
Abraço,

Dani Guimarães disse...

Adorei os pensamentos diretos.
Depois conheça algumas histórias indiretas com o blog http://enteramigas.blogspot.com

Bjinhos,

Dani Guimarães
-----------------
Blog Enter Na Moda
www.enternamoda.com

Anônimo disse...

estou louca pra ti amar , eu de sempre , estou sem juizo por vc faço tudo ....eu

Camila Lourenço disse...

Menino...vc é bom com as palavras, hein?
INTENSO...acho que essa seria o adjetivo desse texto.

Parabéns.
Bj